O Sublime Caminho e a Sublime Virtude
Tao Te Ching
o Livro do Caminho e da Virtude
Lao Tse

 
Ao Caminhante:


Apresento a você minhas interpretações dos primeiros 17 Capítulos 
do Tao Te Ching, 
o Livro do Caminho e da Virtude, de Lao Tse, o Mestre do Tao.


Lao Tse é considerado O Mestre do Tao, 
O Mestre do Sublime Caminho e da Sublime Virtude. 
Ele teria nascido por volta de seiscentos anos Antes de Cristo 
e teria vivido uma longa vida, 
deixando os 81 Capítulos do Tao Te Ching como sua obra última, 
antes de retirar-se para o oeste;
tendo ascendido aos céus por ter se tornado não apenas um Mestre Iluminado
 como também,
 e principalmente,
 um Imortal.




Tao Te Ching, significa, literalmente, o Livro do Caminho e da Virtude. 
São poemas simples e verdadeiros, que foram encaixados em dois livros, 
a primeira parte mais voltada ao Tao, ao Caminho,
 e a segunda parte, à Virtude, Te, 
ou seja, a maneira pela qual o Caminhante Caminha seu Caminho, 
sua forma de se conduzir através da vida para encontrar seu Tao, 
sua Iluminação e posterior Imortalidade.



A tradução do chinês para o português dessa obra maior de Lao Tse
 foi realizada por Wu Jyh Cherng, monge taoísta,
 e primeiramente publicada pela Editora Ursa Maior
e posteriormente, pela Editora Mauad, São Paulo, Brasil.
Este é um livro precioso, facilmente encontrado nas livrarias
 e fundamental em sua estante!
Na Editora Mauad, São Paulo, Brasil,
encontra-se a realização da publicação
das interpretações de Wu Jyh Cherng
acerca os 81 Capítulos da obra máxima de Lao Tse, o Tao Te Ching



Gostaria de dizer que durante um bom tempo

 - entre os anos de 1994/6 -,
 eu tive o privilégio de não apenas estar presente 
a algumas das aulas ministradas pelo monge Wu Jyh Cherng,
 na Sociedade Taoísta do Rio de Janeiro, 
como também foram a mim compromissadas 
as transcrições dessas mesmas aulas 
através os primeiros 40 Capítulos do Tao Te Ching, 
o Livro do Caminho e da Virtude.
 Dessa forma, eu só tenho a agradecer ao Tao 
por esta maravilhosa oportunidade!


(Se eu tivesse que possuir apenas um único livro,

 certamente seria o Tao Te Ching)!


A autora,
Janine Milward